quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Serenata de 1997

Conversando com minha amiga Paty nos dias que ela passou hospedada aqui em casa ha uns meses atrás. Ela me lembrou de coisas nos quais passamos e que eu não recordava mais.
Me falou de um mico que pagamos ao fazer uma serenata para o então namorado dela na época em frente a casa dele.
Meu amigo João Paulo no violão e eu e ela cantando...rsrs
Eu de olhos arregalados confessei que não me lembrava desse episódio.
E apesar da força que fiz, não consegui obter a lembrança desse dia na minha mente.
Uma pena porque eu gostaria de lembrar e rir desse momento junto com ela. :)
Curiosa nossa mente. Algumas coisas se perpetuam enquanto outras simplesmente desaparecem.

A música que ela escolheu para a serenata foi uma do Guilherme Arantes, que aliás eu não ouvia há anos.
Depois dela me passar um trechinho procurei no Google e bingo! Achei!




Estrela Sensual

Guilherme Arantes

Eu me apaixonei
Sem sequer pensar
Em me guardar
De você
Foi tudo sem querer
Como sempre
Ninguém pode prever

Eu nem buscava alguém
Afim de repartir
Uma ilusão
Ansiedade
Só um pouquinho de paz
E agora
Viver é bom demais

Você é minha estrela
Sensual
Seu olhar é um sinal de esperança
Eu te entendo tanto
Você é minha estrela sensual
Seu calor é o mais intenso
Seu limite é o mais distante céu.


0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates