sábado, 9 de janeiro de 2016

Doença incurável - A última romântica.

Eu sofro de uma doença incurável, a do romantismo.
... É eu sou uma romântica incurável e parece que vou morrer assim.

Enquanto o marido assiste um programa de futebol na TV eu estou aqui ouvindo essas musicas e chorando.
Eu ouço e me identifico tanto... Letras de amor inocente.
Sem contar que tenho sempre aquela sensação que nasci na época errada.

Onde estão os cavalheiros e as serenatas na janela de sua amada?
O medo dos pais da namoradinha?

Essa semana me aconteceu algo em que tive mais certeza ainda que sou a última...
As pessoas mudam e eu continuo a mesma "lesa", inocente e esquisita.
(Deuzijane às 00:08 09/10/2016)






0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates