segunda-feira, 26 de junho de 2017

Rua Piquiá - Ano 1994

Hoje os meus pensamentos foram até a Rua Piquiá.

A pracinha em frente de casa.
A janela que dava pra rua e a outra de onde dava pra ver a escola
O vitral 
A Escola Professor Mario Werneck onde encontrava os poucos amigos que tinha
Eles eram meu consolo na hora que batia a saudade da minha família e da minha cidade.
As ladeiras do Bairro Santa Maria.
Onde minha vida era empurrar o carrinho do meu bebê
Visitava sempre meus amigos que moravam próximo da minha casa
As vezes me arriscava e atravessava a via expressa para chegar ao Alto dos Pinheiros onde moravam outros amigos queridos da escola.
Nem sempre a louca aqui usava a passarela
Corria empurrando o carrinho do Cardo na BR.
Hoje passeei pelas ruas do Santa Maria.
Graças a tecnologia
Procurei até a CONVEN, meu único emprego em BH.
Passei pela frente e lembrei do telefone PABX que atendia.
" - CONVEN bom dia!" 😊
Lembrei da rua que ia para a creche onde as vezes deixava meu bebê.
Com o coração apertado, pois, não queria deixá-lo
Uma rua tão íngreme que não sei como conseguia chegar no topo.
Lembro que apesar de ser magrinha (uns 49 ou 50 quilos), chegava lá em cima sem fôlego e dando graças a Deus. 😰

Lembrei de tantas coisas... Muitas mesmo.
Mas as vezes não consigo escrever tudo que está aqui na minha cabeça e no coração.
Nesses meus mais de 40 anos, já vivi tanto que quase não consigo contar. 
Mas fico por aqui tentando e contando aos pouquinhos. 
(Deuzijane)



















0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates